Procedimento

O ácido hialurônico desempenha funções muito importantes em nosso organismo, porque tem a capacidade de aglutinar líquido no nosso corpo.
Por exemplo, ele é uma parte do líquido sinovial que lubrifica as articulações dos ossos e evita que nossos movimentos não causem dor, típico de pessoas com artrose (dores nas juntas), como no abre-e-fecha que a boca faz ao mastigarmos, esse simples movimento pode gerar dores no maxilar, estalos e até travar a mandíbula.

Mais uma função do ácido hialurônico é o de proteger a integridade das fibras de colágeno, componente que promove a elasticidade da pele e a deixa com aparência mais jovem. Conforme envelhecemos, a produção do ácido hialurônico diminui e afeta a produção de colágeno. Com isso, a pele vai perdendo o viço e acaba ficando flácida e sem vida. É o início em que aparecem as primeiras linhas de expressão e as rugas superficiais. Com o passar do tempo os sulcos se aprofundam e acaba marcando definitivamente a pele, principalmente a do rosto.

Para retardar e até inverter o processo de envelhecimento da pele, o preenchimento facial com ácido hialurônico sintético traz resultados salvadores, porque o procedimento elimina rugas superficiais, como os ‘pés de galinha’ e olheiras. Se as rugas forem mais profundas, como no ‘bigode chinês, sua aplicação suaviza os sulcos. Ele também é utilizado para aumentar o volume de lábios, maçãs do rosto, queixo, mandíbula, seios e até os glúteos.

Como é feita o preenchimento com ácido hialurônico?

O preenchimento facial feito com o ácido hialurônico é um processo, de certo modo, simples. Ele é injetado na camada subcutânea mais superficial da pele. Utiliza-se uma agulha sem ponta, chamada de microcânula, e esse detalhe faz toda diferença na hora de aplicar o ácido hialurônico, porque ao encontrar vasos ou tecidos mais rígidos a agulha desvia e não perfura o que estiver à frente.

A agulha penetra na pele e sua abertura lateral vai depositando o líquido ao fazer o caminho de volta, na sua retirada. Dessa forma, o ácido hialurônico vai sendo depositado e preenchendo os pontos exatos, deixando a pele lisinha e macia.

O procedimento é minimamente invasivo, não é preciso realizar sutura após a retirada da agulha, somente pequenos hematomas podem aparecer, mas em alguns dias, a coloração da pele volta ao normal. A área não fica nem inchada com todo o processo. Em torno de uma semana a paciente já está recuperada e fica com a pele macia, a aparência mais jovial e sem rugas.

Resultados

O ácido hialurônico é usado em diversos procedimentos que melhoram a aparência, tornam os traços mais harmoniosos e rejuvenesce a imagem, veja os casos mais comuns:

Rinomodelacao: Rinomodelação é a nova alternativa para a rinoplastia. Esta técnica trata-se de pequenas modificações no nariz sem ter que se submeter à cirurgia, sendo menos invasiva para corrigir pequenos defeitos e harmonizar com o rosto.

Utilizando ácido hialurônico é indicada para homens e mulheres que não estão satisfeitos o nariz, podendo ser corrigido a giba nasal (aquele ossinho saliente), ponta caída, desníveis pouco articulados, formato ondular e assimetria lateral.

Por se tratar de um procedimento simples, sem cortes e sem dor, na rinomodelação é utilizada anestesia local, realizada no próprio consultório em cerca de 30 minutos. Durante o pós é recomendável o paciente utilizar curativo por 48 horas, não afetando a rotina e podendo voltar ao trabalho, no dia seguinte.

Preenchimento de malar: Imagine você recuperar sua juventude com apenas algumas injeções na sua pele. Sim, é possível! O preenchimento de malar, técnica de preenchimento das maçãs do rosto e bochechas, de forma natural, feito à base de ácido hialurônico. Ele recupera aquela sustentação da face que tende a cair com os anos, deixando um aspecto mais jovial ao rosto.

Vale lembrar que o resultado não é definitivo, o produto é absorvido pelo organismo após alguns meses, e tem a duração de até 1 ano ou mais.

Preenchimento do bigode chinês: Com o avançar da idade, surgem pequenas rugas na região que vai do nariz à boca. Elas são chamadas de sulcos naso-genianos, ou o popularmente conhecido bigode chinês. O problema pode ser atenuado com cirurgia, mas não se recomenda puxar muito o bigode chinês, para não gerar alterações na boca. Assim, nesta região, o mais comum é fazer preenchimentos como nas maçãs do rosto (região malar).

O preenchimento do bigode chinês pode ser feito com ácido hialurônico. As aplicações são realizadas no consultório, com anestesia local sem sedação e demoram entre 30 e 40 minutos.

No preenchimento do bigode chinês com ácido hialurônico, o procedimento é praticamente o mesmo do enxerto de gordura – só não há a retirada da substância do corpo do paciente. A substância é aplicada através de alguns furinhos. O resultado dura de seis meses a um ano.

Bioplastia de Queixo (mento): Bioplastia de queixo, ou bioplastia mentoniana é um procedimento que visa corrigir as imperfeições do queixo, como aumentar seu tamanho e projetá-lo para frente. Permite também interferir no formato e no comprimento, tudo para satisfazer as necessidades do paciente. Essas mudanças permitem melhor simetria facial.

Com uso de anestesia local, é implantado polimetilmetacrilato (PMMA) com o auxílio de uma cânula (agulha sem ponta) na região a fim de preencher o local. Assim, é minimamente invasivo, sem cortes, com o mínimo de sangramento e ainda permite ao paciente que está acordado, opinar sobre o procedimento, pois pode acompanhar com a ajuda de um espelho tudo que está sendo feito pelo médico responsável.

Por ser essa uma substância constituída de microesferas muito pequenas (com cerca de 40 a 60 microns) suspensas em um gel, não existe a possibilidade de migração para outras regiões. Por não ser absorvida pelo organismo, torna essa uma técnica definitiva. A duração é de aproximadamente 30 minutos.

É aconselhável uma revisão em torno de sete dias após o procedimento de bioplastia de queixo. O pós é muito tranquilo, pois o paciente pode retornar as suas atividades normalmente, somente tendo o cuidado para não realizar grandes esforços no local. Por ser utilizada uma agulha com ponta romba, não permite que ocorra nenhum tipo de lesão neurovascular.

Preenchimento facial: Ajuda a definir melhor o contorno do rosto, destacando o queixo, as maçãs e a mandíbula. A pele ganha o volume natural de antes e sua textura fica mais macia e a superfície lisinha.

Preenchimento labial: Os lábios tendem a ficar mais finos e caídos com o avanço da idade. A aplicação do ácido hialurônico aumenta o volume dos lábios e levanta aqueles que estão caídos, principalmente nas extremidades. Você já pensou em ter lábios mais volumosos? Ou um contorno labial mais definido, mas morre de medo de ficar artificial? Muito usada por celebridades, a técnica para fazer a boca ganhar volume causa muitas dúvidas. Quem pode fazer? Quais os tipos? O que pode dar errado?

Por isso vamos esclarecer algumas dúvidas frequentes.

Como é o procedimento? A técnica varia de acordo com o profissional e a necessidade do paciente, existem preenchimentos para o contorno dos lábios, aumento do volume e também para sua projeção.

Para ficar natural, qual a quantidade de produto é aplicada? Como cada caso varia de paciente, somente o profissional poderá indicar após avaliação. Uma dica importante é que a aplicação deve ser cautelosa e em pouca quantidade para evitar erros desagradáveis.

Os lábios ficam muito inchados? Após procedimento a região fica inchada até 48 horas que vai diminuindo e com o passar dos dias os resultados já são aparentes.

Em quanto tempo consigo ver os resultados? Após o inchaço temporário, após 3 semanas são visíveis os resultados.

Preenchimento de sulcos e rugas: Suaviza as rugas mais profundas, como o ‘bigode chinês’ e as que surgem nos cantos dos lábios, conhecidas como ‘rugas de marionete’.

Olheiras profundas: Preenche o desnível entre a pálpebra inferior e as bochechas que criam sombras com aspecto de ‘caveira’ na região dos olhos. A aplicação do ácido hialurônico aumenta o volume da área e melhora a aparência.

O lado bom do preenchimento facial com o ácido hialurônico é que o organismo tolera sua presença sem nenhuma restrição, pois é uma substância produzida naturalmente, praticamente não existe nenhum risco. O profissional vai poder orientar adequadamente sobre seu quadro.

Agende uma consulta