Procedimento

A cor dos dentes é formada por uma policromia, e dois fatores determinam a sua tonalidade: a dentina, parte interna do dente, que é amarelada. O outro fator é o esmalte, camada que recobre o dente e é translúcido.

Quanto mais fino o esmalte do dente mais amarelado ele vai ser, porque a cor da dentina é que prevalece. Se o esmalte for mais mineralizado, ou seja, mais espesso, o dente será mais branco.

Se os seus dentes apresentam uma coloração amarelada e o seu desejo é fazer com que fiquem mais brancos, a solução é fazer o clareamento dental. É um processo até simples de ser feito no consultório, existe também a opção de fazer em casa, mas é bom que seja com a supervisão do profissional.

Como é feito o clareamento dental

O clareamento no consultório é muito mais rápido e seguro e existem duas técnicas que são empregadas, a que utiliza laser e a outra, feita com luz de led. No primeiro caso, o feixe de laser é aplicado diretamente sobre os dentes e o resultado é imediato. Mas não se preocupe, a potência do laser é bem baixa e não há risco de queimar a gengiva ou outra área da boca.

Já na segunda técnica, o dentista coloca um gel nos dentes e expõe uma luz de led que ativa as propriedades químicas e promove o branqueamento.

Na solução caseira o paciente precisa usar uma moldeira onde é aplicado um gel clareador. O uso deve ser por pelo menos, quatro horas diárias e por vários dias, até atingir o resultado desejado. Demanda mais tempo no tratamento e requer disciplina para fazer exatamente como o recomendado pelo dentista.

Dentes que passaram por tratamento de canal ficam amarelados com o tempo. A retirada do nervo provoca esse efeito, é um processo natural. Nesses casos, o clareamento é feito na dentina, ou seja, de dentro para fora. O dentista aplica um oxidante mais potente na parte interna do dente que promove o clareamento. O resultado se reflete na parte externa, o dente fica com a cor natural.

O clareamento em dentes com restauração ou dente implantados não surte o efeito desejado e acaba ficando com diferenças de cor em relação aos dentes naturais. Para deixar a arcada com uma cor uniforme será preciso trocar as restaurações e implantes por outros com tonalidades mais próximas da dentição clareada.

Resultados

Nas duas técnicas de clareamento dental do consultório, o resultado aparece muito mais rápido. No caseiro, é preciso um pouco de paciência e disciplina para atingir o resultado.

É bom lembrar que não é a cor do dente que muda, mas a saturação da cor branca presente no esmalte, por isso, em alguns casos, é possível que a tonalidade desejada não seja alcançada. Mas algum percentual de branqueamento sempre é atingido.

Depois de alguns anos de realizado o clareamento, é possível perceber que os dentes deixaram de ser brancos. Mas não é que o clareamento tenha perdido o efeito. É que manchas novas podem surgir devido ao consumo de alimentos que as causam, como café, vinho, etc.

É possível ter um sorriso com dentes brancos e bonitos, mas é importante lembrar que é essencial o acompanhamento do dentista para que o resultado seja o mais positivo e seguro possível.

Agende uma consulta